Pré-ProduçãoUniversal desembolsa quantia milionária e adquire a cinebiografia de Steve Jobs Universal desembolsa quantia milionária e adquire a cinebiografia de Steve Jobs

Organizador da Black Friday pede voto de confiança
26 de novembro de 2014
Carlinhos Brown dá início às comemorações pelos 30 anos da axé music
26 de novembro de 2014

Pré-ProduçãoUniversal desembolsa quantia milionária e adquire a cinebiografia de Steve Jobs Universal desembolsa quantia milionária e adquire a cinebiografia de Steve Jobs

Sony repassou os direitos sobre a biografia autorizada do fundador da Apple por vultuosos 30 milhões de dólares.

287601

A Sony Pictures não suportou a infinidade de contratempos encontrados para adaptar a ambiciosa biografia de Steve Jobs e decidiu oferecer o projeto ao mercado. Ciente do grande potencial do filme, a Universal Pictures demonstrou pronto interesse na adaptação e, em menos de uma semana, já adotou o projeto – e o custo da “adoção” não foi nada modesto: segundo o The Hollywood Reporter, a simples compra dos direitos da adaptação custou aos estúdios Universal mais de 30 milhões de dólares!

De acordo com a publicação, o diretor Danny Boyle continua atrelado ao projeto, que anteriormente seria dirigido por David Fincher (dispensado após pedir um cachê de 10 milhões de dólares). O ator mais cotado para substituirChristian Bale, que se demitiu por não se ver apto para o papel, continua sendo Michael Fassbender, aparentemente o novo preferido dos produtoresScott Rudin, Mark Gordon and Guymon Casady. Seth Rogen e Jessica Chastain seguem escalados no elenco secundário.

Baseado no best-seller “Steve Jobs”, do escritor Walter Isaacson, o filme terá um formato inovador: serão apenas três cenas, de 30 minutos cada, que vão acompanhar os bastidores do lançamento do computador Macintosh (em 1984), da empresa NeXT (em 1996) e do iPod (em 2001). Segundo o roteiristaAaron Sorkin (A Rede Social), o desafio de interpretar Jobs será enorme, em que o protagonista terá mais a dizer “do que outros atores em três filmes somados”, pois não haverá “uma cena sequer ou enquadramento em que ele não apareça”.

A Universal deve se manifestar em breve sobre quando a cinebiografia do fundador da Apple Inc. –  que vinha sendo desenvolvida há dois anos (longos e turbulentos) pela Sony – entrará em produção.

 

Fonte: Adoro Cinema

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.