Google Maps terá alertas de transporte relacionados à Covid-19

CUIDAR DE VOCÊ, ESSE É O PLANO
8 de junho de 2020
Nova bateria para carros elétricos tem vida útil de 2 milhões de km
8 de junho de 2020

Google Maps terá alertas de transporte relacionados à Covid-19

O aplicativo avisará ao usuário se a circulação em determinadas cidades está liberada, sobre postos de checagem nas fronteiras e até os horários de maior lotação do transporte público

Na medida em várias cidades vão gradualmente tentando volta às suas rotinas normais – e conviver com a pandemia do novo coronavírus – o Google fez algumas melhorias no Maps para que o app para Android e iOS possa trazer de forma mais claras informações como em quais horários uma estação de metrô pode estar mais cheia ou se as linhas de ônibus estão funcionando com um horário limitado.

“Ter essas informações antes e durante sua viagem é fundamental para os trabalhadores essenciais que precisam circular com segurança para o trabalho, e se tornarão mais importantes para todos à medida que os países ao redor do mundo começarem a reabrir”, afirmou em um post no blog da empresa o diretor de produtos do Maps, Ramesh Nagarajan.

O aplicativo exibirá alertas relevantes das agências de transporte local sobre possíveis restrições causadas pela Covid-19 sempre que o usuário consultar informações sobre transporte público em cidades afetadas. De acordo com a empresa, os alertas de trânsito estão sendo lançados na Argentina, Austrália, Bélgica, Brasil, Colômbia, França, Índia, México, Holanda, Espanha, Tailândia, Reino Unido e Estados Unidos.

“Também estamos introduzindo alertas de direção para notificá-lo sobre os pontos de verificação e restrições da Covid-19 ao longo do seu percurso, como ao atravessar fronteiras nacionais (começando primeiro no Canadá, México e EUA). Você verá um alerta na tela de rotas e, após iniciar a navegação, se sua rota for afetada por essas restrições”, explica o executivo do Maps.

Esses alertas serão alimentados por dados oficiais de governos locais, estaduais e federais, mas o Google também trabalha em parceria com outras agências para trazer mais dados úteis para os usuários. Outros usuários também poderão contribuir com informações de aglomeração de pessoas para suas linhas de transporte público, acessibilidade e segurança a bordo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.