sábado , 21 outubro 2017
Últimas

Corrida de Rua, do sonho à realidade

Cristiane é uma moça educada, gentil, simples, determinada quando o assunto é esporte. Ela conta com entusiasmo que logo que começou a correr em Apucarana-PR onde nasceu, sentiu uma enorme alegria, descobriu-se e logo optou pela corrida, que chegou para ficar em sua vida. Mas afirma que não se prende a ninguém e nem ao lugar onde mora atualmente. É independente e mora longe da família. Eu vejo na corrida de rua um esporte gostoso e fácil de fazer amizades, tornou-se muito popular principalmente no interior. Cada vez mais pessoas aderem a esse tipo de treinamento com diferentes objetivos, pois não precisa de muitos apetrechos para começar, tênis adequado, camiseta boné e bermuda.


No meu caso a corrida superou minha depressão e recuperei a autoestima, vencer a mim mesma foi a maior vitória.
Na corrida, dependendo de sua intensidade, pode-se dar ênfase ou variar o tipo de estímulo. Cristiane é aplicada e muito disciplinada, mas não vive só do esporte. Atualmente ela trabalha em uma copiadora para suprir parte de seus gastos, pois no momento não tem patrocinadores. Há três anos Cristiane veio morar em Campo Mourão e lembra com carinho de sua ex-patroa, de Apucarana, (e até comentou que a mesma deixou as portas abertas para ela voltar caso precise).
Ela conta que o treino é puxado, e como trabalha todos os dias, vai correr de manhã sozinha, bem cedo para dar tempo de voltar para se arrumar para o trabalho e não se atrasar jamais. Gosta de ser pontual. Gosta de meditar, está sempre, diariamente agradecendo a Deus pela força e a Fé que nutre tudo isso. “Também sou muito grata a todas as pessoas que fazem parte da minha vida, tenho a oportunidade de treinar Cross Hiit duas vezes por semana na Academia Studio Corpo”- revela.
Já tive lesões, mas agora estou bem, graças à fisioterapeuta Zita Kloster que fez a diferença na minha recuperação. Procuro ter equilíbrio nos treinos respeitando meu corpo e recuperação pós- treino, paralelo ao meu trabalho que é muito importante para meu sustento.
Um dos benefícios que a corrida tem feito é na parte psicológica, ela aumenta a autoestima, diminui o estresse e a ansiedade, diminuindo o risco de depressão, além de causar uma sensação de bem-estar, tanto que uma atividade assim pode até viciar. Isso ocorre devido à liberação de um hormônio durante o exercício, a endorfina como em outras atividades físicas.
Recentemente, participei, em Foz do Iguaçu no dia 26 março, do Circuito das Águas onde fui a segunda colocada no geral feminino nos 10 km. Fui ao pódio e me senti realizada.
Neste ano, fui para a segunda maratona, no dia 30 de abril, Meia Maratona de Balneário Camboriú, prova de 21 km, fui a terceira colocada na minha categoria.
Sou uma pessoa bem tranquila, hoje estou aqui, amanhã não sei, ouço meu coração. Acho que sou meio cigana, não sei se é essa a palavra certa. Mas não temo em mudar de cidade ou trabalho somente para conhecer, aprender coisas novas, não é fácil ser assim, mas é uma maneira de vencer barreiras pessoais.
Para conseguir ir para algumas provas, faço parte da Acorrecam onde pago uma mensalidade de R$30,00.

Cidinha Coletty
Jornalista, empresária, fotógrafa, colunista

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*