Acidente Vascular Cerebral (AVC) isquêmico em jovens

Afiando o seu talento
14 de fevereiro de 2014

Acidente Vascular Cerebral (AVC) isquêmico em jovens

O Acidente Vascular Cerebral, ou AVC como é conhecido, decorre de uma alteração súbita da circulação cerebral, de instalação imediata, provocada por obstrução de uma artéria cerebral ou por ruptura da mesma. No caso do AVC isquêmico, o mesmo ocorre devido à obstrução ou embolia de uma artéria cerebral, seja por placas de aterosclerose (gordura) ou por coágulos provenientes de doenças do coração, como as arritmias. É classificado como AVC isquêmico em jovem quando ocorre antes dos 45 anos de idade e deve ser investigado de maneira rápida e tratada de maneira a evitar que novos episódios ocorram nestes portadores.

O AVC isquêmico em jovens ocorre, em sua maioria, em paciente do sexo masculino e que apresentem doenças ou condições prévias para a instalação do quadro, tais como: arritmias cardíacas ou doenças cardíacas que provoquem a formação de coágulos no interior das cavidades do coração, como persistência de abertura entre os dois lados do coração, infartos do miocárdio prévios que provoquem a formação de um trombo dentro da cavidade cardíaca, doença aterosclerótica das carótidas, dislipidemias, Diabetes Melitto, doenças reumáticas que provoquem arterites, ou inflamações das paredes das artérias, como Lúpus Eritematoso Sistêmico, Síndrome do Anticorpo Antifosfolipídeo, entre outras doenças mais raras. A forma mais comum de ocorrer a isquemia cerebral é através da formação de aterosclerose, ou “placas de gordura” nas paredes arteriais, provocadas, principalmente, por dislipidemias, ou elevação do colesterol e dos trigliceridios, Diabetes, Hipertensão Arterial, tabagismo e sedentarismo.

O quadro clínico do AVC isquêmico é o de início de tonturas associadas a sensação de formigamento ou de perda de força de um membro ou de um lado todo do corpo, ou através da perda súbita de alguma função cerebral, como visão, fala, audição, estando esses sinais associados à elevação da pressão arterial e confusão mental.

O diagnóstico é feito através do exame físico acurado, encontrando a elevação da pressão arterial e da constatação de um déficit neurológico, sendo então realizada uma Tomografia Computadorizada de crânio para confirmação do quadro, sendo que o exame logo no início do quadro pode ser normal, com a imagem de isquemia surgindo somente de 24 a 36 horas após o início da alteração do paciente. O exame inicial deve ser feito para afastar a possibilidade de hemorragia cerebral, principalmente nas primeiras 4 horas após o início do quadro, para que possa ser instituído o tratamento com trombolítico, no intuito de dissolver o que estiver obstruindo a artéria de modo agudo e assim ter possibilidade de reverter a deficiência, diminuindo muito as sequelas decorrentes do AVC.

dor-de-cabeca-subita-intensa-e-sem-causa-aparente-pode-ser-um-sinal-de-avc-acidente-vascular-cerebral-1320001820594_615x300

Após o tratamento inicial da isquemia em si, deve-se proceder a investigação de doenças ou fatores que causaram a isquemia, com o tratamento de cada patologia sendo feito de modo direcionado. Da mesma maneira que ocorre o infarto agudo do miocárdio, vemos que as condições descritas como mais comuns podem ocorrer em indivíduos jovens e provocar o infarto do miocárdio em pessoas cada vez mais jovens, tendo em vista o sedentarismo e a falta de cuidados consigo mesmo que os indivíduos em geral vem apresentando, argumentando que “não tenho tempo para cuidar disso ou para fazer atividade física”. Nesse âmbito, a continuar esse tipo de pensamento e atitude, teremos cada vez mais frequentee a ocorrência de AVCs isquêmicos em indivíduos cada vez mais jovens, bem como teremos a incidência de infarto do miocárdio cada vez maior.

Os cuidados com a própria saúde e a atividade física permitirão que não tenhamos pessoas cada vez mais jovens sequelados por AVCs e por infartos do miocárdio, o que nos faz pensar que mudanças de atitudes e de hábitos de vida deveriam ser ensinados desde o ensino fundamental, para uma sociedade ter indivíduos mais saudáveis.

 

Dr. Everton Luiz Polizeli Dezan

CRM 15.433

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.